sábado, 5 de setembro de 2009

criando... agapornis nigrigenis

como o prometido é devido, aqui vai a novidade que tenho vindo a preparar.

é frequente percorrermos sites e livros quando nos iniciamos numa determinada espécie, em busca de informação sobre a mesma. infelizmente muitas das vezes acabamos por esbarrar sempre nas informações mais teóricas, que apenas nos deixam ficar com uma ideia mais superficial acerca da manutenção e criação da espécie em questão. foi essa uma das razões que me deu esta ideia. porque não entrevistar criadores, mas de uma maneira diferente do habitual? ha varios sites, foruns e blogs onde se fazem entrevistas, mas aí também se abordam variados temas e espécies. e o que eu procurava era algo mais específico... e assim, resolvi dar ínicio a algumas entrevistas, pedindo aos entrevistados que esqueçam tudo e me falem apenas de uma determinada espécie, do seu agrado... para podermos todos obter conhecimentos prácticos, que muita falta fazem. não se esqueçam de comentar, sugerir espécies que gostariam de ver "entrevistadas", sugerir perguntas... etc... eu da minha parte vou tentar surpreender-vos com alguns criadores estrangeiros, a darem também os seus testemunhos de práticas de criação ;)

para a estreia, convidei o sr Arlindo Pereira que me explicou como trata dos seus agapornis nigrigenis.


Obrigado Arlindo :)



1 - há quantos anos se dedica a esta espécie?
- Comecei a criar esta espécie á cerca de 6 anos .
2- classifica estas aves de resistentes ou frágeis?
- São aves bastante resistentes , as minhas criam ao ar livre , apenas com uma cobertura por causa da chuva , que por sinal elas adoram .

3 - na sua opinião, quais as principais qualidades e defeitos que a caracterizam?
- Como já disse uma das sua qualidades é serem robustos , outra é criarem relativamente bem , e ainda o facto de serem relativamente pacificos ,comparando com outras espécies de Agapórnis . Os defeitos são poucos , essencialmente o barulho , mas estamos a falar de agapórnis .....

4 - que medidas de gaiolas e ninhos considera serem razoáveis?
- Eu uso jaulas de 1.0 x 0.5 x 0.5 mt , e crio com dois casais em cada , normalmente sem grandes problemas . Os ninhos são os comuns , cerca de 24 x 15x 18 cm , se colocar um maior e folhas com fartura eles lá se encarregam de o colocar na medida certa .

5 - pode-nos dizer no que consiste uma alimentação que considere adequada para estas aves?
- Existem no mercado marcas de qualidade com misturas de sementes proprias para agapórnis , uma boa papa de ovo , alguma fruta e verduras . Na minha opinião ,uma alimentação de qualidade e equilibrada é meio caminho para o sucesso , e para uma vida saudavel das nossas aves .

6 - acha necessário ou aconselhavel possibilitar a esta espécie algumas horas de luz solar directa?
- Eu acho necessário a esta e a todas as outras espécies a luz solar directa , no caso dos Agapórnis incluindo a possibilidade de ver ou ouvir as chuvas na época da reprodução funciona como um "Viagra" natural .
7 - utiliza luz artificial?
- As minhas aves estão ao ar livre , não utilizo qualquer iluminação .
8 - em relação à criação, em que altura começa?
- Cá em casa os agapórnis são os primeiros a comecar a "trabalhar" , normalmente iniciam em Outubro e acabam em Maio .
9 - quanto à escolha dos seus reprodutores, quais as características que tem mais em conta?
- Como eu crio essencialmente aves para exposição primeiro tento escolher as mais aproximadas do Standard , depois de acordo com as cores que pretendo obter .
10- em que casos recorre à consanguinidade para formar os seus casais?
- Apenas quando pretendo fixar ou melhorar uma determinada caracteristica .
11 - nesta espécie, quais os perigos ou detalhes que requerem mais atenção durante a época de criação?
- Quanto a perigos , nesta espécie são quase inexistentes , detalhes que possam requerer alguma atenção são todas as rotinas , verificar os ninhos ,como crio com dois casais juntos verificar a harmonia , incluindo com as crias do "vizinho" quando abandonam os ninhos , são pequenos detalhes que podem ter bastante importancia .
12 - que mutações ou linhas, lhe agradam mais trabalhar? Porquê?
- Adoro os Lutinos , Amarelos(DEC) e Brancos . Essencialmente é uma questão de gosto pelas cores . Nas outras espécies que crio tambem estão sempre presentes o amarelo e o vermelho , são gostos ....

13 - por norma deixa ficar o ninho todo o ano, ou retira após a criação?
- Após a criação todos os ninhos são retirados e apenas colocados novamente na inicio da proxima época , neste caso no inicio de Outubro .
14 - fora da época de criação, tem por hábito aloja-las em voadeiras mais espaçosas, ou permanecem todo o tempo na gaiola de criação?
- Acabando a criação retiro todos os casais adultos para uma voadeira para repousarem , ou melhor , para fazerem algum exercicio tranquilamente até á proxima época .
15 - tem por hábito apresentá-los nas exposições?
- Sim ,como disse anteriormente crio aves de exposição , destinadas para esse fim , apenas as melhores é claro .
16 - qual o seu método de preparação para que as aves se encontrem no seu melhor, durante uma exposição?
- As "eleitas" são colocadas em voadeiras ao ar livre , para que possam fazer uma muda nas melhores condições . Cerca do final de Setembro é feita a seleção final e colocadas individualmente em gaiolas de exposição. Retiro alguma pena que possa eventualmente estar partida , e depois é "mimos e banhos" até ao concurso a que se destinam .
17 - tem alguma história, alegria ou tristeza, ou mesmo algum episódio caricato que possa partilhar, decorrente da sua criação desta espécie?
-Uma história com tudo isso pode ser a seguinte , Em 2007 quando estava a acasalar as aves , por distração deixei fugir o macho do meu casal mais antigo , o que me causou bastante tristesa , mas nada havia a fazer e acasalei com outro que estava disponivel . Chegado a Janeiro de 2008 enviei as aves para o Campeonato do Mundo incluindo um filho desse (ex)casal , quando vi a sua classificação , Medalha de Bronze que sendo na Bélgica para mim soube a Ouro , aí sim fiquei feliz e ao mesmo tempo triste porque não haveria mais irmãos .A descendencia da mãe com o macho "suplente" nesse ano não foi nada de especial , então decidi que o iria acasalar com a mãe para ver o que conseguia obter .Como a femea já tem alguma idade a quantidade não foi grande , mas a surpresa sim , o casal é macho azul e fêmea verde escura , na primeira ninhada nasceu apenas uma ave , quando nasceu achei a cor da pele estranha , pensei que tivesse anemia ou coisa do genero mas lá deixei andar , uns dias mais tarde voltei a ver e tinha uns canuditos brancos , e pensei "o bicho deve ter mesmo coisa ruim" . Mas a ave desenvolveu normalmente e saiu do ninho um belo Nigrigenis Branco , fiquei a fazer contas ás origens mas como eram "importadas" acabei por ali . Entretanto segunda postura , nascem 3 aves e novamente uma "estranha" , aí era ver o ninho todos os dias para ver o que acontecia , e mais estranho ainda além do branco em outra ave apareciam canudos amarelos , a terceira era "normal" uma azul cobalto .Passados alguns dias sairam do ninho um cobalto um branco e um amarelo , e aí sim , finalmente fiquei feliz por ter deixado fugir o macho ........

o meu sincero agradecimento ao sr Arlindo Pereira pelo seu contributo.

14 comentários:

Rui disse...

Parabéns por esta excelente iniciativa Pedro, muito útil.
Foi um excelente começo, venham muitas mais.

Pedro Duarte disse...

boas,
obrigado :)
tenho algumas coisas engraçadas em mente, que espero que gostem.
entretanto, volto a lembrar que estou aberto a sugestões acerca de espécies, criadores (mesmo estrangeiros) e mesmo perguntas que gostassem de ver colocadas.

tiagocoelho disse...

Bela ideia que tiveste! Sempre a surpreender...
Força nisso!!!

Abraço

Pedro Duarte disse...

boas,
obrigado Tiago :)
vou fazendo o que posso.

Alexandre Coelho disse...

Boas Pedro...
Gosto de visitar o teu blog regularmente pois tens sempre novidades "para nós". Desta vez penso que nos supreendes-te a todos, excelente iniciativa da tua parte! E se começou assim penso que devem estar todos como eu à espera da próxima entrevista!
Porque ainda não o tinha feito, aproveito também para te dar os parabens pelo teu blog e pelas lindas aves que tens.
Também te queria dar um "bem hajas" pela ajuda que tens dado a muitos criadores ou aspirantes a criadores, digo isto pelo que leio nos foruns!
Um abraço e boas criações.
Alex Coelho
http://am-aves.webnode.com/

Samuel disse...

boas Pedro, boa ideia que tiveste, ou que puxaste para os psitacideos visto já existir para os exoticos.
quanto a espécies, gostaria por exemplo das Pyrrhuras, mas não te sei dizer nenhum criador...
boa sorte nisso, e se precisares de ajuda diz!
Samuel

Pedro Duarte disse...

...infelizmente muitas das vezes acabamos por esbarrar sempre nas informações mais teóricas, que apenas nos deixam ficar com uma ideia mais superficial acerca da manutenção e criação da espécie em questão. foi essa uma das razões que me deu esta ideia. porque não entrevistar criadores, mas de uma maneira diferente do habitual? ha varios sites, foruns e blogs onde se fazem entrevistas, mas aí também se abordam variados temas e espécies. e o que eu procurava era algo mais específico... e assim, resolvi dar ínicio a algumas entrevistas, pedindo aos entrevistados que esqueçam tudo e me falem apenas de uma determinada espécie, do seu agrado... para podermos todos obter conhecimentos prácticos, que muita falta fazem.

boas,
Samuel, relê esta parte que está escrita acima. acho que me expliquei bem. obrigado

Pedro Duarte disse...

Alexandre,
obrigado e retribuo o cumprimento. ja estive a espreitar o teu site, que ainda não conhecia. belas aves! parabéns!

Samuel disse...

boas Pedro. tinha lido, e por isso disse ideia...
mas parabens, está muito bom...
next: pyrrhuras???
cumprs
Samuel

ps. tou a fazer um blog... está quase pronto.

Pedro Duarte disse...

"...foi essa uma das razões que me deu esta ideia. porque não entrevistar criadores, mas de uma maneira diferente do habitual?"

pode ser que assim mais resumido, consigas perceber melhor.

carlos gesteira disse...

Ola Pedro , pouco mais a dizer já tudo foi dito ! Parabéns e continua !!! Abraço

Antonio disse...

Não poderia deixar passar em branco esta tua nova iniciativa. Espero que continues com este bom trabalho em prol da avicultura nacional, são pessoas como tu que precisamos para acabar com as guerras de quintal.

Grande Abraço Amigo
António Castanheira
http://forpus.webnode.com/

Pedro Duarte disse...

boas,
obrigado Carlos, e António... fico contente que tenham gostado.
entretanto a próxima já está em marcha, e diz respeito também a uma das minhas espécies preferidas.
esta semana, divulgo...

João Maia Cunha disse...

Olá Pedro!antes de mais,venho pedir desculpa por nunca ter comentado o teu blog,mas acredita que passava aqui muitas vezes.
Acho que a tua iniciativa é espectacular. De certeza que as visitas a este blog vão disparar em flecha.
Sugeria talvez os loris arco-iris e para isso o Carlos Fernandes deve estar mais do que à altura para te dar uma boa entrevista,penso eu.
Fiz agora um blog http://psitahobby.blogspot.com

mas não sei porquê,o google não o encontra...o que se passa?
Mais uma vez parabéns!Um dia destes gostava de revisitar a tua passarada.